sábado, 11 de fevereiro de 2012

País Imaginário de Milla Jung


País Imaginário

País Imaginário é uma proposição de Milla Jung sobre a potência das imagens contemporâneas no campo da arte. Partindo da pergunta de como se apreende uma fotografia, a artista cria um território para o espectador experimentar o sem-fim de possibilidades sobre a escuta das imagens. Uma fotografia que é acordada por uma narrativa que por sua vez também acorda novas imagens, numa via de mão única onde a experiência primeira se perde em nome do multiplicável.

Composta de dez textos em forma de áudios e uma biblioteca de livros de fotografia, a exposição/instalação foi especialmente produzida para o Museu da Fotografia Cidade de Curitiba, instituição que ocupa, no seio da cidade, o papel de articulador de um sistema onde a visualidade é pensada como um processo de construção cultural, e que pode desse modo validar novos paradigmas sobre as concepções de realidade, reprodução e representação.


De 12/2011 a 03/2012

Museu da Fotografia
Centro Cultural Solar do Barão
Rua Carlos Cavalcanti, 533 Centro
Curitiba/Pr


Projeto de Milla Jung, com a participação de
Daniel Yencken (técnico de áudio)
Milton Machado (conversa e texto)
Vitor César (projeto gráfico)
Carlos Moutinho (projeto mobiliário)
Alexandre Rosa (marcenaria)
Edith de Camargo, Marcelo Oliveira, Marcelo Torrone, Marcio Abreu, Tânia Mara Costa Pinto, Nicole Lima, Anuschka R.Lemos e Louri Santos (vozes)
Ana Morena (sapateado)
João Castelo Branco (texto nº07 e voz)
Felipe Prando (ação educativa)
Lidia Sanae Ueta e Guilherme Jaccon (mediadores)


“PROJETO REALIZADO COM O APOIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA, FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, FUNDO MUNICIPAL DA CULTURA – PROGRAMA DE APOIO E INCENTIVO À CULTURA”