terça-feira, 24 de março de 2009

Praça: [a cidade entre parênteses] de Mariana Sanchez no Sesc



A Mari passou pelo Núcleo, depois partiu para a América Latina sem data para voltar, agora mais do que nunca está por aí no mundo, suas imagens (nesta exposição) e sua voz (programa Orelha do livro, na Lumen FM, http://www.orelhadolivro.com.br/). A gente vê e escuta Mari Sanchez por todos os lados, que ótimo!


A praça...

São as mesmas calçadas, o mesmo caminho de sempre. Imagens que eu vejo todo dia; dia após dia. Mas há alguma coisa com o ar, ele está mais puro. Como se tivesse acabado de chover e o mundo despertasse novamente. Eu já vi esse meu rosto milhares de vezes, cada manhã da minha vida. E tenho certeza de que estes olhos não eram tão claros, nem sequer brilhavam. Alguma coisa mudou. É como se o mundo tivesse sido criado de novo.

(palavras e fotos de Mari)



O Sesc da Esquina apresenta a exposição Praça: [a cidade entre parênteses], com imagens realizadas pela jornalista Mariana Sanchez durante os 3 anos em que fotografou a praça Tiradentes, no Centro de Curitiba. São dez imagens em preto-e-branco produzidas entre 2003 e 2005, registrando o cotidiano da praça mais antiga da cidade. O trabalho de Mariana já foi exibido em 2007 em formato audiovisual, na Mostra Caixola, tendo recebido menção honrosa.

A exposição fica em cartaz de 10 de março a 3 de maio no Photo Espaço, 4º andar, e a visitação é gratuita.


Para ver a montagem audiofotográfica, acesse:http://www.youtube.com/watchv=1dm2hVtpTd4

quinta-feira, 19 de março de 2009

Pós em Poéticas Visuais em Fotografia em Curitiba


Caros colegas,
A boa notícia é que a Anuschka Lemos está coordenando uma nova pós-graduação em fotografia na Unicuritiba. Para quem não sabe, elacoordenou 2 turmas de especialização em fotografia alguns anos atrás efoi uma transformação radical neste campo em Curitiba. Agora a novaversão da pós, Poéticas Visuais em Fotografia, volta de maneira maissofisticada e com um corpo docente incrível. Sim, é verdade que eu soususpeita para falar porque estou lá também e desejo que seja umsucesso.Aos interessados corram porque são só 20 vagas!

domingo, 15 de março de 2009

Suely Rolnik sobre Sílvia Lane

...mas eu sempre respeitei muito na Sílvia essa generosidade de se abrir para alguém que você sequer conhece, só por sentir que o que este alguém traz poderá contribuir para a coletividade na qual você está agindo, sem medo de rivalidade, ou medo de encrenca ou medo de sei lá o quê... Ela não tinha nem uma gota desse tipo de egoísmo narcísico, mas sim uma espécie de relação de amor pelo que fazia e pela coletividade onde estava agindo, que seria a coletividade dos psicólogos, para a qual você considera que certas idéias, e principalmente posturas, devem ser transmitidas. Então você passa por cima até do medo de rivalidade, quando você tem a impressão que este alguém vai trazer algo que precisa ser trazido. Ora, este tipo de gente com este tipo de valor é muito raro hoje em dia cada vez mais raro...

terça-feira, 10 de março de 2009

Aqui estou, muito orgulhosa da ocasião, junto aos amigos porteños.

CORTE SUPREMA DE JUSTICIA DE LA NACIÓN
Derechos Humanos de las Mujeres en el Palacio de Justicia

INVITACIÓN
La Corte Suprema de Justicia de la Nación y el Proyecto "CEDAW-Argentina" del
Instituto Interamericano de Derechos Humanos –IIDH- presentan:

MUJERES MOVIENDO DERECHOS

Inauguración de una Instalación sórica, migrante, diversa, participativa y colectiva producida por el Proyecto "CEDAW-Argentina" del IIDH.
La presente iniciativa tiene por objeto propiciar un mayor acercamiento y conocimiento sobre los derechos humanos de las mujeres y las obligaciones que tienen los Estados de respetarlos y garantizarlos.

En esta oportunidad se exhibirán fotografías de Adriana Lestido, Ana Morán, Daniel Muchiut, Enrico Fantoni, Julia Goldenberg y Lucía Lubarsky, Luis María Herr, Mabel Vargas Vergara, Manuel Obeso, Marcos López, marian pessah, Milla Jung, Pablo Garber, Patricia Nadal, Sebastián Miquel, Sub.coop (Gisela Volá, Nicolás Pousthomis y Sebastián Hacher), Walter Astrada y otros/as a confirmar, junto a algunos de los derechos enunciados en la Convención para la Eliminación de Todas las Formas de Discriminación Contra la Mujer –CEDAW - y en la Convención Interamericana para Prevenir, Sancionar y Erradicar la Violencia Contra las Mujeres –más conocida como Convención de Belém Do Pará-.

La actividad se realizará en el marco de la conmemoración del "Día Internacional de la Mujer"y contará con la destacada presencia de las Ministras de la Corte Suprema de Justicia de la Nación: Dra.Elena Higthon de Nolasco y Dra. Carmen Argibay.

Jueves 12 de Marzo de 2009
13:30 hs.
Palacio de Justicia
Corte Suprema de Justicia de la Nación
Talcahuano 550 – Planta Baja – Hall Central
Ciudad de Buenos Aires

La Muestra ha sido posible gracias al auspicio de la Corte Suprema de Justicia de la Nación, la Agencia Sueca de Cooperación Internacional -ASDI- y de la Fundación Mujeres en Igualdad -MEI-.
Asimismo, cuenta con el respaldo del Área de Género y Derechos Humanos de las Mujeres del Instituto de Derechos Humanos, FCJS, Universidad Nacional de La Plata.

Proyecto "CEDAW–Argentina"
Instituto Interamericano de Derechos Humanos.